em Meio Ambiente, Operação chuva

Trabalho preventivo da Prefeitura surte efeito em dia de chuva na cidade

Em apenas seis horas de quinta-feira (30), na capital baiana, o Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cemadec) registrou 86,08 mm de chuva na região de Mirantes de Periperi, no Subúrbio Ferroviário. Essa foi a área mais atingida na cidade. Mesmo com o alto índice de chuvas, os pontos de alagamento se dissiparam logo que a precipitação diminuiu, mostrando que o trabalho preventivo da Prefeitura com a desobstrução de canais e de bueiros surtiu efeito.

“Tivemos um grande volume de chuva em pouco tempo e com esse índice realmente teríamos pontos de retenção de água, mas a situação logo voltou à normalidade. A previsão é que o tempo permaneça instável até amanhã e no sábado comece a melhorar”, disse o diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz.

Resultado de imagem para chuva em salvador

Não apenas a Codesal, mas todos os órgãos do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (SMPDC) permanecem de plantão durante 24 horas para atender as demandas com mais celeridade. O objetivo é buscar a perfeição nos atendimentos e em toda as ações voltadas para reduzir os estragos feitos pela chuva.

Para isso, foram investidos R$ 46 milhões em obras de contenção de encosta em áreas de risco na cidade. Um exemplo foi a inauguração da contenção de encosta no Barro Branco, na Avenida San Martin, que a Prefeitura entregou, ontem (29), dia do aniversário de Salvador.

A previsão de chuvas para o mês de março, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), era de 150,6mm. Até agora, choveu durante todo o mês 151,6mm, ou seja, dentro do normal esperado. Fonte: Secom/PMS.